Chame no Whatsapp

Você, sua próxima fonte de inspiração.

Dominus é o programa desenvolvimento e transformação pessoal e profissional para gestores públicos.

O Dominus

Reproduzir vídeo

FORMAÇÃO EM GOIÂNIA

Encontros presenciais em Goiânia, Goiás

Encontros Quinzenais

Sextas-Feiras (18h às 22h) e Sábados (08h às 18h)

DESENVOLVIMENTO PESSOAL E PROFISSIONAL

Serão 11 disciplinas durante todo o programa.

Apresentação

Na formação de profissionais em gestão pública, a Excelência Educação vem capacitando servidores públicos de todo o país, com ênfase em contratação pública, que se mostra como uma das áreas mais importantes capaz de movimentar a Administração Pública, pois, além do valor estratégico, o processo mobiliza toda a organização e o ciclo socioeconômico.

No atual contexto, onde o líder público busca uma transformação, tentando quebrar a imagem preconizada de ineficiência e burocracia, para assim, vir a consagrar uma nova gestão pública, construímos um projeto inovador para destacar e impactar sua carreira profissional no servidorismo público.

Nesse sentido, o DOMINUS destina-se aos profissionais que desejam aprofundar o autoconhecimento e construir um plano de desenvolvimento pessoal e profissional como um líder em compras públicas, aprimorando competências para exercer influência e promover mudanças e encarar os desafios, tais como as habilidades de relacionar, liderar, comunicar, agir, governar, planejar, responsabilizar, estudar, criar, dialogar, refletir e decidir.

Habilidades pessoais e profissionais são características de cada indivíduo, mas, ser um gestor público de Excelência é garantir que estas habilidades caminhem em conjunto, o DOMINUS é nova forma de refletirmos a gestão pública, e é fundamental que ela seja pensada, articulada e executada por profissionais que não tenham apenas conhecimento, experiência e visão estratégica, mas que possuam também uma alta performance como indivíduo, como um verdadeiro novo modelo de mestre.

Conceito

Os gregos conceberam bem no início de sua civilização uma forma de educar que permitiu a evolução do pensamento educacional ocidental. Eles deram ao mundo um dos conceitos basilares da Filosofia da Educação – o de Paidéia.

Para compreendermos o conceito grego de Paidéia, há que se retroceder à educação aristocrática dos tempos homéricos. Naquele então, ela corresponderia aos métodos utilizados para assegurar a transmissão às sucessivas gerações, daqueles valores e conhecimentos considerados essenciais – que servem de fundamento à sociedade. Como ocorre frequentemente com outras palavras derivadas do grego, Paidéia é mais que um vocábulo – é toda uma conceituação que nos permite traçar os momentos iniciais do pensamento educacional grego com ênfase nos aspectos práticos da instrução e da especialização.

Mas o que Paidéia tem a ver com o Dominus?

Dominus, quer dizer senhor ou mestre (em português), foi um título honorífico dado como sinal de estima e consideração às pessoas respeitáveis no ocidente em vários contextos e com vários significados. Na antiga Grécia, foi através da Paidéia que se formaram grandes homens nobres, ou seja, Dominus (mestres), pois eram formados numa visão educacional, social e política gregas, que os faziam merecedores de tal título.

Baseada neste conceito, a Excelência Educação através deste programa dividido em paidéias, irá formar um verdadeiro Dominus preparado para alcançar objetivos pessoais e profissionais dentro e fora das organizações, potencialmente reconhecidos por seu conhecimento técnico, habilidades humanas e capacidade de inspirar novos líderes e liderados.

Metodologia Dominus

Planejamento e acompanhamento individual, oficinas em grupo, exposição presencial do tema por profissionais atuantes na área de Licitações e Governança pública, complementada por exemplos e atividades práticas bem como as formas de implantação e atuação.

Objetivo

Desenvolver habilidades pessoais e profissionais. Conhecer as melhores práticas em licitações e Governança pública, seus benefícios, bem como o papel dos agentes públicos; Discutir os principais instrumentos que auxiliam no bom funcionamento dos procedimentos licitatórios; Instruir como apoiar a administração em relação à eficiência de controles, à transparência, à ética, à responsabilidade pública, bem como em hipóteses de conflitos de interesses e as vantagens de aprimorar a área de contratações.

Público alvo

Membros de Comissão de Licitações, Pregoeiros, Assessores Jurídicos, Gestores e Agentes públicos interessados no desenvolvimento pessoal e profissional através das melhores ferramentas e práticas de gestão e governança pública.

Paideias

Conceito e Filosofia da Educação Grega.
Princípios de autoconhecimento.
Ferramentas de autoconhecimento.
Missão, visão e valores pessoais e profissionais.
Planejamento pessoal e profissional.
Alta performance, gestão do tempo e resultados.

Análise, tipos e mapeamento de lideranças.
Swot pessoal e empresarial.
A construção da liderança pública.
Relações humanas e seus impactos na liderança.
Liderança pública X Gestão pública.
Habilidades de um líder público.
Técnicas e ferramentas aplicadas em liderança.
Desafios do engajamento de pessoas na administração pública.

Valor da Comunicação.
Comunicação verbal (escrita, oral).
Comunicação não Verbal (gestos, corpo, imagem e etc.)
Comunicação Assertiva.
Oficina de código, estilo e Imagem.
Oficina de Oratória aplicada a gestão pública.
Oficina de “Como falar em público” aplicado a Gestão pública.

Ética e conduta.
Habilidade correlatas ao ato de decidir.
Habilidades correlatas aos atos “Negociais”.
Qualidades morais públicas.

Tempo, valor e qualidade.
Função das compras públicas.
Marco regulatório.
Aquisição por licitação.
Aquisição sem licitação.
Procedimentos e fluxo das compras públicas.

Conceitos – Governança e boa Governança.
Funções e níveis da Governança
Tipos de Governança.
Princípios, ferramentas e estrutura da Governança.

Compreensão e discussão dos instrumentos de aplicação da Governança como Regimentos, Políticas e Controles Internos e sua abrangência.
Melhores formas de aplicação e monitoramento. Revisões periódicas.
Formalização de Políticas.

O Ciclo das licitações e contratações públicas.
Histórico Brasileiro.
Identificação da demanda.
Especificação do objeto: Termo de Referência e Projeto Básico Recursos financeiros.
Especificidade do planejamento das obras públicas.
Riscos e contigências nos processos licitatórios.
Inovações nas contratações.

O sistema jurídico de imputação de responsabilidade.
Tipos de processos de responsabilização nos tribunais de contas.
Espécies de responsabilidade.
Hipóteses de responsabilização do particular.
Quais agentes públicos podem ser responsabilizados e por quais atos.
O que deve ser observado pelos Tribunais de Contas na caracterização do fato ilícito.
Como os tribunais de Contas devem avaliar a conduta por ação ou por omissão.
Como se aplica ao Tribunais de Contas os critérios para avaliação da culpa.
Critérios específicos para avaliação da culpa do superior hierárquico.
Nexo de causalidade.
Circunstâncias que podem isentar o agente público de responsabilidade.
Causas que justificam a não aplicação de sanções.
Causas que impedem a aplicação de sanção.
Responsabilidade do agente político, do dirigente máximo, do controle interno, das pessoas jurídicas e dos pareceristas jurídicos e técnicos.
Responsabilidade dos vários agentes que atuam em licitações e contratos, inclusive de obras públicas, desde a abertura do processo licitatório até o recebimento definitivo do objeto.
Responsabilidade decorrente de recursos repassados mediante convênio no tocante aos agentes dos órgãos concedentes e convenentes, do prefeito e de seu sucessor, e do omisso no dever de prestar contas.
Critérios para a imposição de sanções pelos tribunais de contas.

Diagnóstico das compras públicas no Brasil.
Compras públicas e a tecnologia.
A dosimetria das sanções administrativas a fornecedor.
Novo enfoque ao planejamento de compras.
Desafios para a Gestão da Cadeia de Suprimentos.
Fomento à participação de Micro e Pequenas Empresas nas Compras Públicas: Impactos da Lei Complementar n°147/2014.
Estimativa de preços em compras públicas: Desafios e medidas para obtenção de melhores resultados.
Sistemas de registro de preços.
Avanços e Perpectivas nos processos de Compras por intermédio da administração de material.
RDC e Lei das Estatais.
Gerenciamento de Riscos, tomada de decisão e transparência.

História de vida.
Caminhos e desafios enfrentados.
Passo a passo da construção de uma carreira.
Decisões Importantes.
Mudanças necessárias.
Como manter os altos padrões de resultado
Almoço com o Mestre.

Desejo receber uma proposta

Em breve abriremos as inscrições, preencha seus dados e receba em primeira mão.

Rolar para cima